sábado, 16 de janeiro de 2010

Eu era perdidamente apaixonada por você. Irremediavelmente. Mas tanta coisa aconteceu. A gente se amou, brigou, voltou, te amei mais do que devia, te aceitei mais do que podia. A pior coisa que você poderia ter feito comigo foi ter me decepcionado. Perdi minha esperança, até o amor próprio. E o tempo passou, o vento levou, meu coração parou. Mas sabe como é descobrir isso tudo de novo? Não? Não deve saber mesmo. Então deixa eu te contar que eu descobri de novo o gostar. O bem querer. Desculpa. Aliás, nem sei porque estou pedindo desculpa, mas desculpa. Desculpa, mas quem vive e quer viver agora sou eu. Gosto tanto que estou revelando isso com um sorriso de orelha a orelha e sem me preocupar em ser julgada por você ou qualquer outra. Pode ser que não seja mútuo, mas sinto com outra o que não conseguia sentir com você. E por mais que a distância atrapalhe, me desculpe de novo, mas prefiro sustentar o meu gostar assim do que morrer aos poucos ao seu lado.
E respondeu com calma "Eu já sabia disso. Eu ainda amo de você. Não sei porque, mas amo."


Deixa eu mudar a fita disso aqui. O que eu achava, não acho mais. Você me ensinou tudo errado. Mas óh, meu bem, obrigada por isso também. Tem um bem querer meu que me faz um beeem como ninguém!

3 comentários:

  1. Olha, é mútuo. vc:não é vc, sai daqui! eu: /fuuuuuuuuu UHAUHAUHHAHAH

    ResponderExcluir
  2. falar que vai passar é mole, nao é com vc

    ResponderExcluir