quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Pois que seja fraqueza então

Não nasci pra ser sozinha, não. Só que eu não sabia disso.
Foi, e ainda é, natural... Tudo o que acontece entre a gente, o modo como agimos, nos falamos, nos olhamos. É tudo tão fácil. Me encanto e me deixo levar com a facilidade que ela tem de me tomar por inteiro. Com a capacidade que ela tem de me fazer querer voar e atravessar quantos km fossem precisos para ver de perto aquele olhar, aquele sorriso, aquele rosto que pra mim, é doce, é apaixonante, me domina. E não há outro jeito a não ser me render.
Chegou tão de repente, foi crescendo devagar, mas intensamente. Vai ver ela nem sabe disso tudo. Talvez ela nem saiba o tamanho do sentimento que é só dela. Só pra ela. Como é que ela consegue? Fazer-me não imaginar mais ninguém ao meu lado, além dela... Como consegue ser tão presente, ausente que é do meu tato, do meu olfato, do meu paladar? Utiliza seus recursos tão cheios dela e inunda meu peito, com amor e até com desalento por saber que o querer estar perto não adianta. Que tanta vontade sem ação, não nos leva ao nosso encontro. Mas que o que menos falta pra que tal ação aconteça, é vontade!
Chego a ser clichê e agir como quem já critiquei. E para esse(s) alguém(ns) digo: "Não foi por mal... é que havia me esquecido como é esse lance de amar". Havia esquecido ou talvez até nunca sentido. Pois pra mim, agora, é tudo novo, de um jeito muito louco. E eu me entrego, e eu me deixo levar... Eu nunca senti isso, nunca senti nada parecido. Mas ela me ensinou. E eu não quero parar de aprender nunca... 
Alguém aí! Explique-me como eu posso sorrir sem ao menos perceber que o faço... Que o sorriso apenas surge e assim como o meu coração, age involuntário! Não pede, não espera que eu queira! Ele é esperto, justamente como o meu coração, que quer ter você, que quer que você o veja... o sinta, o admire, e saiba que é seu.
Sim, é um desafio! Você aí não pode me explicar... Pode? E mesmo que pudesse, eu não tenho essa vontade de entender, já que do que eu gosto é sentir. Não quero entender. Não posso entender. Você é o que é e o que sinto é mérito seu. Isso não tem explicação, é coisa que só a gente mesmo entende.
E se eu pudesse pedir algo agora, seria você aqui. Te olhar, e olhar, e olhar... eu nunca iria cansar. O desejo está aqui, misturado a tantas tentações; E você provoca, bem que gosta e eu acho até graça. Seu corpo me chama, meu corpo necessita. E o que me alegra é essa necessidade ser conjunta. É saber que esse desejo "misturado" não é só meu, é nosso. E tantas coisas em preto e banco vão ficando coloridas. Arriscaria um 'amor' no final de cada frase que lhe escrevo. Porque, minha linda, não há outra a não ser você. E a vontade de te ter, tocar, sentir, é tamanha que a necessidade de exaltar é maior que eu... E aí o choro vem, me sinto deslocada, quase como se levasse adiante algo que construí sozinha, mas lembro que é você e por você eu superei meus limites. Aliás, eu aprendi tanto com e por você! Foi você que me ensinou o verdadeiro sentido de sonhar, de querer tanto e tão bem alguém! Foi e é por você que eu faço o que faço pra estarmos juntinhas, bem assim, coladinhas. Não faria sentindo nenhum se eu não sentisse o que eu sinto por você. Porque, pode se gabar, você faz parte dos melhores acontecimentos da minha vida. E que acontecimentos... Extraordinários. 
Gostaria de te fazer feliz, realmente gostaria poder fazer isso. Estar aí, falando que eu sempre estarei aqui e que em mim você pode confiar, olhando nos seus olhos. E mais do que falar, poder te demonstrar que é real. E que (me chamem de clichê!) eu só quero o seu bem. Acredite minha linda, eu farei o que preciso for para que tudo o que colorimos não volte a ser preto e branco. 
É com ela minha gente! É com ela que está o meu coração.

Pra mulher que me tomou o peito e me enche de alegria todos os dias... Eu gosto, eu gosto, eu adoro, eu preciso...


Obrigada, Nanda! Meu chaveirinho http://hahananda.blogspot.com/

2 comentários:

  1. Oun! Obrigada a você também!
    Será que os nossos alguéns vão gostar? haha
    =*

    ResponderExcluir
  2. a minha 'resposta' para esse post, seria um ctrlC+ctrlV nisso tudo que você escreveu. pois é que eu sinto é exatamente igual, senão maior maior ainda...


    Agora me diz... me diz como eu não ia me apaixonar por você?!
    eu já li esse texto um monte de vezes e não me canso.
    aliás, 'cansar' é uma palavra que não cabe nunca quando o assunto é você.
    não canso de te olhar, de falar com você, de te desejar...
    você é essencial pra mim, minha linda!
    eu gosto muito, mas MUITO de você, meu amor.

    t3

    ResponderExcluir